Paulline e Marcelo

Só conhecemos os dois, dois dias antes do casamento… E posso falar? Foi um encontro massa pra caramba! Conhecemos um pouco da história dos dois, encontramos um monte de gostos e interesses em comum… e pronto… estávamos prontos pra registrar o casamento deste casal de goianos, que moram no Rio de Janeiro.

O que mais chama atenção na história deles é a confiança no amor um do outro, que toma conta deles, das decisões, dos planos futuros, dos passos de agora, dos sorrisos das famílias, dos abraços dos amigos, dos braços dados e mãos entrelaçadas durante a cerimônia, dos olhos marejados em tantos momentos do dia deles, da cumplicidade que todo mundo sente de um com outro e do outro com o um.

Por confiarem no amor um do outro, depois de quase uma década de namoro, deixaram Goiânia pra trás e foram recomeçar no Rio de Janeiro… E pra ser perfeito, precisava ser abençoado… E porque Deus sempre escolhe com carinho nossos casais… Fomos escolhidos pra contar com as nossas fotografias o primeiro dia da família deles!!

13 horas fotografando… e a gente nem queria ir embora… a gente sentiu que fazia parte da festa, e nos divertimos demais enquanto fotografávamos. Um povo massa demais, cheio de energia e alegria pra dividir com a Paulline e o Marcelo… afinal… era hora de comemorar o amor do casal goiano mais carioca que já passou pelas nossas lentes…

E agora, nos resta torcer… torcer muito pro Rio de Janeiro ser pequenininho pro amor deles, e assim, as visitas a Goiânia serem frequentes pra gente se encontrar de novo e de novo!!! E orar… pedir ao Pai do céu que os guarde sempre e sempre, e que a família deles seja lar, por onde estiver!!!

face 1face 2face 3face 4face 5face 8face 7face 6face 10face 9face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 20face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 35face 36face 37face 38face 39face 40face 41face 42face 43face 44face 45face 46face 47face 48face 49face 50

Alessandra e Fellipe…

O dia todo foi muito quente…

Quente como o aconchego que eles encontram um no outro…

Quente como a alegria de compartilhar realizações de cada amigo que esteve ali com eles…

Quente como cada abraço que eles receberam ali…

Quente como o aquecer dos corações deles, na certeza do “juntos pra sempre”.

Há quem apostou que a noite seria fria e chuvosa… Mas não foi assim…

A noite deles… Na hora deles… A noite era iluminada!!!

Iluminada como a benção sincera e simpática da avó dela…

Iluminada como a gargalhada aberta de cada um que fez da pista de dança, o melhor lugar daquela festa…

Iluminada como o olhar dele quando encontra o dela…

Iluminada como a vida de quem decide lutar diariamente pra viver pelo amor!!

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 20face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 34

Amanda e Ítalo…

Essa não é a história de conto de fadas, pelo contrário, ela se parece mais uma história de anti-heróis, anti contos de fada. É realidade pura, com brigas, atritos e problemas, mas em contra partida cheia de superação, realizações e felicidade adquirida. Ela pode não ser a mais bonita, mas sem dúvida é a mais surpreendente. É uma história complicada, mas que pelo amor e a vontade de fazer dar certo, ela deu… e deu muito certo.
Era final de verão, quase início de outono no mês de maio de 2008. Amanda era uma estudante do ensino médio, vestibulanda.  A casa dela passava por uma reforma e ela, por ansiedade, resolveu ligar os cabeamentos do computador sozinha…não deu outra, queimou a CPU. O final da reforma não tinha previsão e ela não ficaria sem seu acesso diário, ou pelo menos semanal à internet. Perto de sua casa, algumas quadras acima, havia uma lan house.  O dono do estabelecimento era Cristian, irmão de Ítalo.
Ítalo era um jovem universitário, acadêmico do curso de direito. No seu tempo livre, geralmente no período vespertino trabalhara na lan house. E aí que começa a história de Ítalo e Amanda.
Em um final de tarde qualquer, voltando da manutenção ortodôntica, Amanda resolveu passar na lan house para acessar suas redes sociais. Em menos de uma hora de acesso começou uma forte chuva, a qual perdurou até o final do seu tempo pago. Amanda e Ítalo nunca tinham trocado lá grandes conversas, apenas olhares e cumprimentos. Com a chuva forte  Amanda preferiu não descer até sua casa e resolveu esperar a chuva passar. Ítalo, como um bom galanteador, resolveu puxar conversa e conhecer mais aquela mocinha, até então, recatada. Conversa vai, conversa vem, a chuva não parava, Amanda friorenta… Ítalo pediu um abraço despretensioso (ou não), Amanda inocente (de verdade) deu. Abraço forte, quente, aconchegante… Não tinha como negar isso à oportunidade, Ítalo roubou um beijo (Muito bem dado) dela.  Foi um beijo marcante, no entanto não muito demorado. Quando terminou, Amanda ficou sem graça, sem saber bem o que dizer ou como agir resolveu ir embora com chuva e tudo, deixando Ítalo ter certeza que ela era diferente de todas que ele já havia conhecido.
Com o passar do tempo, ela continuou frequentando a lan house, mesmo sem saber como agir, ou até mesmo sem saber o que ela queria, ela ia. Chegava lá os dois olhares que guardavam um segredo se cruzavam e logo abriam um sorriso de canto de boca e até de boca toda.  Amanda não podia dar bobeira que ganhava um beijo, meio escondido, às vezes na trave, outras de goleada, mas sempre velados. A partir disso eles se adicionaram em suas redes sociais e de forma sutil mantinham contato. Nunca havia sido nada sério, nunca havia sido marcado ou combinado. O glamour, o frio na barriga,  o êxtase estava no inesperado, na surpresa. Ítalo até tentou algum encontro, saída formal com Amanda, mas ela tinha outros planos e nunca aceitava, até que por “destino” eles se afastaram. A reforma chegou ao fim e até ele parou de trabalhar na lan house.
Ítalo começou a namorar, Amanda começou a se enrolar. Amanda passou no vestibular, Ítalo começou a estagiar. Um acompanhava o outro na internet e de vez em nunca se falavam. Esporadicamente se viam dentro de um ônibus, ou se esbarravam em um shopping. Não tinham telefone um do outro e muito menos sabiam onde cada um morava. Ainda não era paixão, muito menos amor, mas era diferente…fazia frio na barriga e batucada no coração esses esbarrões.
Passado mais algum tempo os dois desceram juntos no mesmo ponto de ônibus (se eu  acreditasse em coincidência eu diria que foi puro acaso) e vieram fazendo o mesmo percurso em direção às suas casas. Os dois já estavam mais velhos, mais vividos e com mais assuntos para conversar foram conhecendo mais um ao outro. Não teve jeito, na despedida Ítalo enlaçou a Amanda e agora, consentido, se beijaram. A cada beijo era uma identificação. Ítalo tinha muito cuidado em como tocar Amanda, ele sabia que ela era diferente (Ela podia sair correndo e ir embora de novo rs). Mais uma vez eles foram embora sem nenhum vínculo. Eles moram em apenas uma quadra de diferença e em quase 30 anos morando no mesmo lugar, não sabiam desse incrível acaso.
De tempos em tempos se encontravam, no terminal, na rua, dentro do ônibus… e sempre, sempre se beijavam. Era um encontro de almas. O beijo já era natural, esperado e almejado.
Após quatro anos de beijos sem compromisso, ambos formados, adultos feitos e bem sabidos de suas vontades, eles se encontraram em um encontro marcado. Em pleno inverno de 2012, pode-se dizer que eles de fato se conheceram. Foram horas de conversa, de risada, de carinhos e beijos. Noite de confirmação de que valeu a pena se conhecerem. Noite de virada da vida deles. Foi o Deus, a vida, o destino enlaçando a vida dos dois.
Não, não foi aí que eles se assumiram. Não era tão simples. Amanda é evangélica. Ítalo é católico. Amanda é mais esquerdista. Ítalo é da direita. Amanda sente frio com um sopro. Ítalo sente calor com 18 graus. Amanda é de câncer. Ítalo é de aquário. Amanda é romântica. Ítalo é prático. Mas em uma coisa os dois são iguais, ambos são topetudos. Só por vontade perfeita de Deus para esse romance dar certo. Foram anos muito difíceis, porém muito necessários. Hoje é possível ver que eles estão juntos por plano e propósito Divino. Até de fato de assumirem foram mais três anos. Anos de serem moldados. Tempo de provar para famílias e amigos que eles valiam a pena. Tempo de conquistar as sogras (rs). Tempo de quebra de paradigmas, de aproximação de Deus e distanciamento de rótulos. Tempo de aprendizagem com as diferenças, de aprender que dá para encontrar uma temperatura agradável para os dois. Tempo de aprender a levar o romantismo com mais praticidade, de ser prático sem perder o romantismo. Tempo de entender que política é ponto de vista e de entender que Deus é só um. Enfim, eles tiveram todo o tempo e provação possível para terem a certeza que se querem e através de atos, de modo de vida, reconquistarem a credibilidade das pessoas.
No dia 08.01.15 eles se assumiram para nunca mais se separarem. Ainda há brigas, ainda há aprendizagem, ainda há diferenças… Mas agora sobra paciência, tolerância, compreensão e, principalmente, amor. Eles se amam e isso não é segredo para ninguém. Não há quem duvide disso.
Quando é da vontade de Deus nada e nem ninguém consegue mudar.
Com um ano e meio de namoro e nove de história, eles estão planejando se casar. E com fé em Deus, e as bençãos dos pais, logo logo essa história ainda terá muiiiiito a contar.

Esta história foi escrita pela Amanda, dia 31 de maio de 2016, quando ganharam um concurso de Melhor História de Amor que fizemos… E porque Deus escreve certo por linhas certas, nós tivemos a honra de fotografar o casamento deles, e o início deste “felizes para sempre” , vai ser contado pelas nossas fotografias…

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 38face 35face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 34face 36face 37face 39face 40face 41face 42face 43face 44face 45face 46face 47face 48face 49face 50

Isabella e Thiago

Ouse Sonhar!!!

As pessoas preferem não criar expectativas para que não se frustrem se alguma coisa der errado… Ah… se elas soubessem o poder que tem um coração sonhador… Imagina então se elas soubessem o poder de um coração sonhador quando sonha junto com outro coração sonhador… Se elas entendessem que dois corações sonhadores, cheios de fé, vontade de correr atrás dos sonhos, e decididos podem, juntos, viver o resto da vida realizando mais e mais e mais e mais sonhos…

A história que vamos contar hoje fala do primeiro grande sonho de dois corações… E que, detalhadamente, pelos dedos de Deus, foi desenhado lindamente!

A Isabella sonhou detalhadamente com o casamento. O vestido, o penteado, o brinco, a tiara, o véu, o lenço que o Thiago recebeu antes do casamento, cada madrinha, cada padrinho, o lugar, o coral, a decoração, as flores, as lembranças das madrinhas, o cardápio, a trilha sonora, a família, os amigos… ela pensou e repensou cada detalhe, desde o ensaio a gente já sabia que seria um casamento de detalhes. Mas nos surpreendeu o desapego dela, na hora H ali, destes detalhes que ela sonhou, pra que ela vivesse a emoção de realizar o sonho!! Nada tirou dela, o sorriso e o brilho no olhar que só quem vive um sonho possui.

Poderíamos contar aqui quantos contratempos aconteceram… Mas nenhum deles foi capaz de estragar aquele momento. Porque nem a Isabella, nem o Thiago, e nem ninguém que estava vivendo aquele momento com eles, estava focado no que não foi planejado. Estavam todos, sem exceção, sorrindo de orelha a orelha, felizes demais por estarem ali. Focados completamente, em todas as outras muitas coisas, inclusive os detalhes da Isabella, que foram perfeitos… muito mais do que eles sonharam!

Eles sonharam. Trabalharam muito, fizeram tudo o que era possível a eles para que este sonho se realizasse. E o que não era possível… deixaram nas mãos de quem sabe lidar com impossíveis… e Deus, lindamente, deu o toque final!

E que eles, nós, e cada de um de vocês, que estão aqui lendo e vendo as fotos, lembremos sempre da moral desta história!

Que a gente OUSE SONHAR!

Que a gente sonhe detalhadamente!

Que a gente trabalhe muito, arregace as mangas, e faça tudo o que nos é possível para realizar!

Que a gente viva intensamente a realização dos nossos sonhos, com direito a frio na barriga, sorriso nos lábios e brilhos no olhar!

Que a gente tenha fé para acreditar que o que não podemos fazer, Deus pode e faz, com riqueza de detalhes!

Que a gente sonhe!!!

PS.: A palavra “sonho” e suas variações foi usada 20 vezes neste texto… repetidamente… pra que cada um de nós lembre… vale a pena!!!!

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 8face 9face 7face 10face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 20face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 41face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 34face 35face 36face 37face 38face 39face 40face 42face 53face 44face 45post 2post 3face 46revelar 57face 47face 48face 49face 50revelar 56

Marina e João Paulo

Mais uma vez, foi bem difícil escolher as fotos para serem postadas… Porque foi tão lindamente de verdade, que a gente queria mostrar tudo!

O João tinha sido mandado pra Goiânia à trabalho, precisava fiscalizar a finalização das obras de um grande supermercado aqui, ele é arquiteto. E a Marina estava em seu primeiro emprego como nutricionista, neste mesmo supermercado… Eles se botaram reparo, mas foi a Marina quem comentou com o chefe que os predicados do João Paulo eram bem atrativos ao seu raro bom gosto. Ele, que não é bobo nem nada, tomou a iniciativa desta história que culminou em um casamento tão gostoso de fotografar!

O João voltou pra São Paulo, e depois continuou suas viagens finalizando obras pelo Brasil á fora… Mas eles não deram pausa no namoro… Porque ele gostava dela pra caramba… inclusive da insistência em marcar datas certas pras próximas visitas… e ai dele se não marcasse! Só ia embora, com data certa pra voltar!!!

E assim… na certeza de que queriam ficar juntos… tudo se aprumou sistematicamente! O João veio trabalhar em Goiânia, a Marina já não trabalha mais no supermercado, mas na área em que especializou enquanto o João Paulo era um arquiteto caixeiro viajante… E agora… eles são 2 em 1! O João Paulo da Marina, a Marina do João Paulo!

Tivemos a honra de fotografar o início de uma família linda! Com amor de sobra!

Parágrafo Extra! Os pais deles merecem um parágrafo extra!!! Que povo massa!!! Os pais da Marina nós já conhecíamos, e somos fãs! Daqueles casais que a gente se inspira, sabe como é? Agora… os pais do João Paulo… gente!!! Que casal bacana!!!! Engraçados!!! Pra cima!!! Lindos!!! A gente se sentiu em casa…  a gente entendeu porque o João Paulo e a Marina são assim!!!

face-1face-2face-3face-4face-5face-6face-7face-52face-27face-8face-9face-10face-11face-12face-13face-14face-15face-16face-17face-18face-19face-20face-21face-22face-23face-24face-25face-26face-28face-29face-30face-31face-32face-33face-34face-35face-36face-38face-39face-40face-41face-42face-43face-44face-45face-46face-47face-48face-50face-51

Mariana e Ricardo…

Vamos começar contando que o Ricardo levou duas rapaduras baianas pro Thiago no making of dele… Suborno… na cara dura!

Pronto, podemos começar nosso post…

Talvez será mais fácil explicar o quanto a alegria destes dois era aberta, real, visível com as fotografias… Mas pensa em um casal que sorriu? Sorriu largado mesmo! É que era a realização de um sonhos dos dois, é que cada detalhe ali foi preparado carinhosamente pelos dois, é que as duas famílias estavam inteiramente felizes juntos com eles, é que Vitória da Conquista e Goiânia nunca foram tão pertinho na vida… é que eles tinham certeza de que Deus estava ali juntinho, e foi diante dEle, e por causa dEle, que cada risada rasgada aconteceu naquele dia!!

O pai da Mariana escreveu alguns conselhos pra eles… e não teríamos nenhuma palavra melhor que aquelas pra completar este post… Então, conselhos de um pai… para todas as noivas que lerem este post, mas em especial pra ela!

“Lembrando sempre que o amor e o respeito são essenciais para a vida a dois, pois o amor é algo muito maior que um sentimento. A essência do amor é compromisso, razão essa quando vocês diante de Deus e destas pessoas estão dizendo que darão o seu melhor, mesmo quando as coisas não vão bem. É acreditar no outro mesmo quanto nem você, e nem você, não acreditam em si mesmo. Casamento é um compromisso, um aprendizado a amar, mesmo naqueles dias que vocês se esforçam para ‘gostar’ um do outro.

Lembrando ainda que na alegria e na tristeza… Ao casarmos, estamos prometendo ao outro o nosso compromisso em cuidar um do outro na alegria e na doença, em tempos difíceis eu prometo cuidar. Em todos os tempos, agora e sempre, eu estarei ao seu lado, não importa as circunstâncias.

Lembro ainda que na saúde e na doença… haverá dias em que você vai se sentir mais fraco e em outros mais forte, isso acontecerá ao seu parceiro. Em um casamento, para dar certo, vocês deverão apoiar um ao outro.

Lembro ainda que na riqueza e na pobreza… agora vocês são uma só carne e devem aprender que o que é de um é do outro, as decisões deverão ser tomadas em comum acordo. Lembre-se que o seu amor não tem preço, por isso ele não pode ser influenciado pela condição financeira.

Lembre-se da promessa de ser fiel um ao outro… o casamento é um compromisso de se dedicar exclusivamente um ao outro, e você não pode deixar ninguém tomar o lugar do seu cônjuge, seja na sua mente, no coração ou na sua cama. O casamento é o ato de trancar dois corações juntos no amor e, em seguida, jogar a chave fora.

Lembre-se que o até que a morte nos separe… no casamento perfeito não é feito de pessoas perfeitas, mas sim de duas pessoas cheias de defeitos que se recusam a desistir um do outro! Ao dizer ‘até que a morte nos separe’, vocês estão afirmando: ‘Eu estarei ao seu lado até o fim’. Durante altos e baixos da vida, vamos compartilhar cada minuto juntos’.”

face-1face-2face-3face-4face-5face-6face-7face-8face-9face-10face-11face-12face-13face-14face-15face-16face-17face-18face-19face-26face-20face-21face-22face-23face-24face-25face-27face-28face-29face-31face-32face-33face-34face-35face-36face-37

Mariana e Jônatas

Uma história nova e linda… escrita pelo dedo de Deus…

Nada se compara, nada é igual!!!!

Dentro do carro, enquanto ia pra igreja se casar, a Mariana estava dizendo que a história deles não é mirabolante. Eles eram amigos, muito amigos, e se apaixonaram…

E é isso que faz esta história ser marcante pra gente… porque é impossível viver um “felizes para sempre” se não for amigo… Só amigos de verdade, são felizes para sempre!

Pudemos sentir a cumplicidade deles durante todo o casamento. Desde o making of, quando um falava do outro… Durante a cerimônia, na troca de olhares, na segurança dos votos, na espera pelo primeiro beijo ali… no altar… Antes de entrar pra festa, enquanto descansavam um pouco, e o carinho entre eles não parava… não parava… não parava… Nas gargalhadas durante a festa, na alegria com os amigos e familiares, que não eram de um ou do outro… eram juntos… tudo… dos dois… nas namoradinhas… nos olhares, um sempre seguindo o outro mesmo quando não estavam perto.

Quando vemos os dois juntos… E esperamos ter conseguido transmitir isso em cada uma destas fotos, vemos essa tamanha cumplicidade! Parece impossível imaginar um sem o outro. Parece impossível imaginar um, sem a família do outro… Parece impossível não acreditar que quem os fez, realmente não estava pensando em um quando fez o outro…

Ele completa ela, e vice-versa… Na medicina, na fé, no amor!!!

face-1face-2face-3face-4face-5face-6face-7face-8face-9face-10face-11face-12face-13face-26face-14face-15face-16face-17face-18face-19face-20face-21face-22face-23face-25face-27face-28face-29face-30

Marina e João Paulo…

Combinamos o ensaio com antecedência… demos sugestões do local… a Marina escolheu cuidadosamente cada look. E… choveu! Saímos de Goiânia com o tempo aberto, mas quando chegamos em Pirenópolis… Choveu horrores!!!!

Almoçamos na cidade, e, não muito tranquilamente, subimos o Morro dos Pireneus até chegar ao Pico, o segundo ponto mais alto do estado de Goiás… e chegando lá… dá-lhe chuva!!! E ainda tinha a trilha que precisávamos subir a pé… não era difícil, se não tivéssemos equipamento, vestido e camisa branca, noiva descalça… e chuva!! Muuuita chuva!!!

Ficamos dentro do carro esperando a chuva passar… Ás vezes o Thiago ouvia um trovão, e a Anna logo dizia, não foi um trovão… rsrsrs… o João Paulo via o céu abrindo pro lado do Pico dos Pireneus… e a Marina não queria falar muito neste assunto de chuva. Mas deixava claro, o tempo todo, que ela estava pronta pra sair do carro a qualquer momento… Só tinha um probleminha… o cabelo… estava numa escova ondulada… lindo de viver!!!

Aí, pegamos um guarda-chuva pra ela, e subimos… algumas escorregadinhas leves nas pedras, mas nada que nos fizesse desanimar… afinal de contas… com neblina, muitas nuvens, e um céu muito cinza… a vista ainda era linda!!!

A escova ondulada não sobreviveu à subida na chuva, nem debaixo do guarda-chuva, que desistimos de usar… Fotografamos, molhamos, rimos, e admiramos a vista… E saímos correndo, tínhamos que pegar a cachoeira aberta! Lá parou de chover!!! Mas eles iam se molhar mesmo assim! Nem precisava também!! A Cachoeira do Abade é linda demais… poderíamos ter passado mais tempo lá, se não tivéssemos sido convidados a nos retirar por causa do horário… rsrsrsrs

Terminamos nosso dia no Mirante do Ventilador… Mais uma vez! Sem dúvida, é um dos nossos locais preferidos pra fotografar em Goiás! E… mais tempo dentro do carro esperando a chuva passar, e o céu abrir um tiquinho… Nessa altura do campeonato, a Mariana já nem lembrava da escova ondulada… O João já tinha nos contado um monte de coisas do namoro dos dois… Sabia que a primeira vez que a Marina viajou pra São Paulo pra conhecer a família do João ela passou mal??? E que foi o chefe do trabalho deles, na época, o cupido que os apresentou???

A chuva deu uma tréguazinha, o céu abriu o suficiente pra fazer uma imagem linda demais!! E terminarmos nosso dia de ensaio… que foi tão especial!!

É incrível como Deus sempre nos ensina alguma coisa cada vez que vamos fotografar… Não pensamos em desistir nenhuma vez… Nós colocamos sacolas em volta das câmeras… a Marina não se importou em perder a escova ondulada… o João Paulo deu a mão pra ajudá-la a subir o Pico… E tivemos um ensaio lindo e cheio de história pra contar…

Marina e João Paulo… encarar as chuvas da vida de frente, e juntos… deixando os detalhes pra Deus cuidar e focados no objetivo, faz cada pingo dágua que caiu no rosto valer a pena… Que estas fotos sirvam, não só pra lembrar do quando são lindos, e de todas as aventuras desse dia tão especial que passamos juntos, mas também, pra dar coragem de seguir em frente mesmo quando o céu tá carregado de nuvens de chuva e é preciso molhar pra alcançar o que se quer…

E que venha o casório!!!

face-1face-2face-4face-10face-5post-1face-6face-7face-8face-9face-11face-12face-13

Luíza e Fabrício…

Daquelas histórias massa, sabe? Que acontece com todo mundo, mas a maioria não deixa rolar… Eles se conheceram através de uma amiga em comum, numa balada que não tinha nada haver com eles… Namoro de balada não vai pra frente… Será?

Eles namoraram por anos… mas terminaram muitas vezes… Depois que terminou uma vez acabou, não vai dar certo… Será mesmo???

Eles são realmente, um casal ímpar! E o casamento deles não poderia ser igual a todos os outros, né não?

Quando nos procuraram, eles falaram que seria um casamento “apenas” no civil… Mas o “apenas” deles… foi demais!!!!

Com a cara descolada deles… Sem protocolos… Num lugar lindo… Voz e violão… Junto da família… Eles entraram juntos, ouviram cada palavra da juíza de paz, emocionaram todo mundo e curtiram demais cada momento ali!!!

O buquê lindo de girassol, jogado na diagonal foi super disputado…

A gravata não foi a única cortada… dependendo do valor que doou, teve convidado que levou pedaço da cueca do noivo. Até o cabelo dele teve quem levou!!!

Sorrisos… Muitos sorrisos!!! Felicidade de verdade, que a gente deseja que os acompanhe por muitos e muitos anos! Juntos! Sempre!

face-1-copiaface-2-copiaface-3-copiaface-4-copiaface-5-copiaface-6-copiaface-7-copiaface-8-copiaface-9-copiaface-10-copiaface-11-copiaface-12-copiaface-13-copiaface-14-copiaface-15-copiaface-16-copiaface-17-copiaface-18-copiaface-19-copiaface-20-copiaface-21-copiaface-22-copiaface-23-copiaface-24-copiaface-25-copiaface-26-copiaface-27-copiaface-28-copia

Mariana e Ricardo…

Sobre realizar sonhos…

Não sabemos exata e detalhadamente quais eram os sonhos que moravam dentro do coração da Mariana… Mas temos certeza que construir uma família linda, como a que ela foi criada, era um deles.

E enquanto a Mariana sonhava aqui, outro coração sonhava um sonho parecido, lá em Vitória da Conquista…

E Deus, que é o melhor realizador de sonhos, provou que o que diz na sua palavra é bem verdade… “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. Isaías 55:8 e 9

Pros nossos caminhos, Goiás e Bahia são tão longe… pros caminhos dEle é o espaço ideal pra se formar a família dos sonhos da Mari e do Ric!

Nós conhecemos a Mariana há vários anos, e quando ela nos contou que ia se casar e que queria a gente pra fotografar o casamento dela, nós ficamos felizes demais! Porque a chance de registrar momentos felizes de pessoas especiais é verdadeiramente privilégio divino! E ilustrar com as nossas fotografias, um sonho realizado, é um presente de Deus!!

Como já contamos o Ric é baiano, e esta é a última vez que ele vem a Goiânia antes do casório… Não podíamos perder esta chance, marcamos logo o ensaio porque, além de querer fazer as fotos, nós estávamos loucos pra conhecer o noivo da Mariana… A gente tinha que aprovar!!!

E você? Tem sonhos?…

face-1face-2face-3face-4face-5face-6face-7face-8face-9face-10face-11face-12