Esperando Natália…

Enquanto a barriga vai crescendo, o milagre vai acontecendo dentro da barriga da mamãe, ela vai imaginando o rostinho do bebê, sonhando em pegá-lo no colo, pensando no corpinho gordinho preenchendo cada roupinha… E, sem dúvida nenhuma, ela vai ficando mais e mais linda!!

A barriga cresce, o sorriso aumenta, os olhos brilham…

E a mamãe da Natália já é linda… mas nós ficamos impressionados… é muita lindeza pra uma barrigudinha só! Foi muito fácil fotografá-la…

Mas sabe o que deixou esse ensaio mais fácil e tranquilo? Além da beleza da mamãe, que é nível top model, o amor dessa família transparece nas lentes… pra que pose quando tem amor, né?

O papai e a mamãe têm uma história linda… e fotografar este amor multiplicando é privilégio divino!!

Agora… um parágrafo particular pro Marcos, o irmão da Natália… Ele é uma figuraça! Deu várias ideias super legais durante o ensaio, é super engraçado, inteligente pra danar, e topa tudo!!! Poucas crianças participam tão ativamente de um ensaio até o fim, e fazendo graça!!!

Foi, sem dúvida, umas horinhas muito especiais pra nós!

Quando pensamos no quanto Deus é bom pra gente, lembramos e agradecemos por estes presentes! Fotografar a espera da Natália, com tanto carinho, faz a gente ter certeza que com as nossas fotografias, as pessoas podem sim, ter esperança de um mundo mais cheio de amor e alegria, porque tá chegando mais um bebezinho em uma família linda!!

Natália, temos certeza que Deus escolheu um “ninho” especial pra você! Com uma mamãe gata, um papai muito gente fina e um irmão muito inteligente… Mas mais importante que isso tudo: eles se amam muito, e já te amam demais!!!

O papai, a mamãe e o Marcos estão esperando por você! Nós também!!!

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18

Anúncios

Vanessa e Rakanay

O Rakanay falou pro sobrinho dele assim: Num marca a data não! Num marca não que chega!

E chegou!!! O dia do casamento deles chegou!!

Era pra ser “só o casamento civil”, mas foi tão cheio de carinho e amor… que se tornou O CASAMENTO DA VANESSA E DO RAKANAY!! As famílias vieram de longe, em plena terça a tarde. Os amigos estavam lá, mesmo sendo hora de trampo. E isso prova! O mais bonito em um casamento ultrapassa as flores, a festa, o véu e a grinalda… O mais bonito em um casamento é a força de se comprometer a cruzar os seus caminhos com alguém na frente de todas as pessoas importantes na sua vida. Nós acreditamos nisso!

E estes dois… A Vanessa é linda, parece ser doce e meiga, mas ao mesmo tempo, vemos uma mulher forte e determinada. O Rakanay… gente, os brutos também amam! Ele levou um buquê pra Vanessa, coisa mais linda! Entregou pra ela e disse: “Aqui óh, pra você num falar que eu nunca te dei nada!” Na hora que ele colocou a aliança no dedo dela, em vez do famoso beijinho na mão, rolou um tapinha na mão, como quem pensava “foi”! Naquele jeitão, ele baba na gata… e tem que babar mesmo, porque a Vanessa é muuuuito gata! rsrsrs

Que vocês sejam muito felizes! Que vocês decidam se amar todos os dias… a cada manhã, independente das circunstâncias! Porque quando a gente ama de verdade… é pra sempre!

face 2face 1face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12

Amanda e Ítalo

Nós fizemos um concurso. A mais emocionante história de amor, ganharia um ensaio fotográfico. Nós sabíamos que não poderíamos ser os jurados, então, convidamos três mulheres espetaculares e conhecedoras do assunto: Bruna, vencedora da outra edição do concurso; Grace, musicista, atriz e bailarina, componente de um dos mais competentes corais de casamento de Goiânia; e Viviane Guimarães, psicóloga e coach de relacionamentos. E esta foi a história escolhida.

Antes de colocarmos a história deles aqui pra vocês a gente precisa contar algo sobre este ensaio… Eles são assim! Esta história pertence a duas pessoas normais, que se amam, que discutem, se carinham, se pegam, se curtem e curtem um com a cara do outro. E foi isso, não necessariamente nesta ordem, que rolou neste ensaio. E foi assim que nós os fotografamos.

Fizemos questão de contar isso antes de escrever a história como eles contaram… Porque, nós temos certeza que muita gente espera a história de amor perfeita pra ser feliz… E é tão mais gostoso ser perfeitamente feliz com histórias de amor reais!!!!

Ah… só mais uma coisinha… quando eles ganharam o concurso ainda eram namorados. Mas no início do mês, dia do aniversário dela, o Ítalo pediu a Amanda em casamento. A história continua sendo escrita…

Vamos lá… Senta aí… A história vai começar…

“Essa não é a história de conto de fadas, pelo contrário, ela se parece mais uma história de anti-heróis, anti contos de fada. É realidade pura, com brigas, atritos e problemas, mas em contra partida cheia de superação, realizações e felicidade adquirida. Ela pode não ser a mais bonita, mas sem dúvida é a mais surpreendente. É uma história complicada, mas que pelo amor e a vontade de fazer dar certo, ela deu… e deu muito certo.

Era final de verão, quase início de outono no mês de maio de 2008. Amanda era uma estudante do ensino médio, vestibulanda.  A casa dela passava por uma reforma e ela, por ansiedade, resolveu ligar os cabeamentos do computador sozinha…não deu outra, queimou a CPU. O final da reforma não tinha previsão e ela não ficaria sem seu acesso diário, ou pelo menos semanal à internet. Perto de sua casa, algumas quadras acima, havia uma lan house.  O dono do estabelecimento era Cristian, irmão de Ítalo.

Ítalo era um jovem universitário, acadêmico do curso de direito. No seu tempo livre, geralmente no período vespertino trabalhara na lan house. E aí que começa a história de Ítalo e Amanda.

Em um final de tarde qualquer, voltando da manutenção ortodôntica, Amanda resolveu passar na lan house para acessar suas redes sociais. Em menos de uma hora de acesso começou uma forte chuva, a qual perdurou até o final do seu tempo pago. Amanda e Ítalo nunca tinham trocado lá grandes conversas, apenas olhares e cumprimentos. Com a chuva forte  Amanda preferiu não descer até sua casa e resolveu esperar a chuva passar. Ítalo, como um bom galanteador, resolveu puxar conversa e conhecer mais aquela mocinha, até então, recatada. Conversa vai, conversa vem, a chuva não parava, Amanda friorenta… Ítalo pediu um abraço despretensioso (ou não), Amanda inocente (de verdade) deu. Abraço forte, quente, aconchegante… Não tinha como negar isso à oportunidade, Ítalo roubou um beijo (Muito bem dado) dela.  Foi um beijo marcante, no entanto não muito demorado. Quando terminou, Amanda ficou sem graça, sem saber bem o que dizer ou como agir resolveu ir embora com chuva e tudo, deixando Ítalo ter certeza que ela era diferente de todas que ele já havia conhecido.

Com o passar do tempo, ela continuou frequentando a lan house, mesmo sem saber como agir, ou até mesmo sem saber o que ela queria, ela ia. Chegava lá os dois olhares que guardavam um segredo se cruzavam e logo abriam um sorriso de canto de boca e até de boca toda.  Amanda não podia dar bobeira que ganhava um beijo, meio escondido, às vezes na trave, outras de goleada, mas sempre velados. A partir disso eles se adicionaram em suas redes sociais e de forma sutil mantinham contato. Nunca havia sido nada sério, nunca havia sido marcado ou combinado. O glamour, o frio na barriga,  o êxtase estava no inesperado, na surpresa. Ítalo até tentou algum encontro, saída formal com Amanda, mas ela tinha outros planos e nunca aceitava, até que por “destino” eles se afastaram. A reforma chegou ao fim e até ele parou de trabalhar na lan house.

Ítalo começou a namorar, Amanda começou a se enrolar. Amanda passou no vestibular, Ítalo começou a estagiar. Um acompanhava o outro na internet e de vez em nunca se falavam. Esporadicamente se viam dentro de um ônibus, ou se esbarravam em um shopping. Não tinham telefone um do outro e muito menos sabiam onde cada um morava. Ainda não era paixão, muito menos amor, mas era diferente…fazia frio na barriga e batucada no coração esses esbarrões.

Passado mais algum tempo os dois desceram juntos no mesmo ponto de ônibus (se eu  acreditasse em coincidência eu diria que foi puro acaso) e vieram fazendo o mesmo percurso em direção às suas casas. Os dois já estavam mais velhos, mais vividos e com mais assuntos para conversar foram conhecendo mais um ao outro. Não teve jeito, na despedida Ítalo enlaçou a Amanda e agora, consentido, se beijaram. A cada beijo era uma identificação. Ítalo tinha muito cuidado em como tocar Amanda, ele sabia que ela era diferente (Ela podia sair correndo e ir embora de novo rs). Mais uma vez eles foram embora sem nenhum vínculo. Eles moram em apenas uma quadra de diferença e em quase 30 anos morando no mesmo lugar, não sabiam desse incrível acaso.

De tempos em tempos se encontravam, no terminal, na rua, dentro do ônibus… e sempre, sempre se beijavam. Era um encontro de almas. O beijo já era natural, esperado e almejado.

Após quatro anos de beijos sem compromisso, ambos formados, adultos feitos e bem sabidos de suas vontades, eles se encontraram em um encontro marcado. Em pleno inverno de 2012, pode-se dizer que eles de fato se conheceram. Foram horas de conversa, de risada, de carinhos e beijos. Noite de confirmação de que valeu a pena se conhecerem. Noite de virada da vida deles. Foi o Deus, a vida, o destino enlaçando a vida dos dois.

Não, não foi aí que eles se assumiram. Não era tão simples. Amanda é evangélica. Ítalo é católico. Amanda é mais esquerdista. Ítalo é da direita. Amanda sente frio com um sopro. Ítalo sente calor com 18 graus. Amanda é de câncer. Ítalo é de aquário. Amanda é romântica. Ítalo é prático. Mas em uma coisa os dois são iguais, ambos são topetudos. Só por vontade perfeita de Deus para esse romance dar certo. Foram anos muito difíceis, porém muito necessários. Hoje é possível ver que eles estão juntos por plano e propósito Divino. Até de fato de assumirem foram mais três anos. Anos de serem moldados. Tempo de provar para famílias e amigos que eles valiam a pena. Tempo de conquistar as sogras (rs). Tempo de quebra de paradigmas, de aproximação de Deus e distanciamento de rótulos. Tempo de aprendizagem com as diferenças, de aprender que dá para encontrar uma temperatura agradável para os dois. Tempo de aprender a levar o romantismo com mais praticidade, de ser prático sem perder o romantismo. Tempo de entender que política é ponto de vista e de entender que Deus é só um. Enfim, eles tiveram todo o tempo e provação possível para terem a certeza que se querem e através de atos, de modo de vida, reconquistarem a credibilidade das pessoas.

No dia 08.01.15 eles se assumiram para nunca mais se separarem. Ainda há brigas, ainda há aprendizagem, ainda há diferenças… Mas agora sobra paciência, tolerância, compreensão e, principalmente, amor. Eles se amam e isso não é segredo para ninguém. Não há quem duvide disso.

Quando é da vontade de Deus nada e nem ninguém consegue mudar.

Com um ano e meio de namoro e nove de história, eles estão planejando se casar. E com fé em Deus, e as bençãos dos pais, logo logo essa história ainda terá muiiiiito a contar.”

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12face 13face 14

 

Thais e Hans Miller…

Escolhendo palavras… é o que nós estamos fazendo desde o momento em que começamos a fotografar este casamento.

Saber que Deus é o maior escritor de histórias de amor, e nos dá o privilégio de ilustrá-las é um dos maiores presentes que poderíamos receber.

Eles se conhecem desde sempre, cresceram juntos na mesma igreja, eram amigos confidentes. Mas o Hans Miller sempre quis que a Thais fosse dele. Já que ela não queria, ele fingiu que desistiu, e foi roletar na vida. Até que ela estava lindamente solteira, e ele entendeu que era hora de investir de novo.

O Hans não desistiu! Ele nunca desistiu! Ele sabia o que queria e ponto final, baby!

A Thais orou… pediu conselhos… e não resistiu ao super charme “hansiliano”…

“E todo mundo diz que ele completa ela e vice-versa, que nem feijão com arroz…” Pra gente, parece que num tem jeito de um existir sem o outro… é complemento mesmo!

E daí, num dia lindo… de uma luz… espetacular… Deus escreveu o primeiro capítulo do Felizes Para Sempre deles… Numa tarde de muito sorriso, muitas lágrimas, e acima de tudo, muita fé… eles se entregaram um pro outro diante das famílias, dos amigos, e da gente!!! E mais que isso, eles entregaram a família que estão formando aos pés do Pai do céu…

Mas o que nos chamou a atenção nessa história é o amor…

O amor deles um pelo outro, o cuidado de um com o outro, o carinho…

O amor das famílias…

A relação do Hans com o pai, é linda… é o espelho… e que ele reflete pros dois irmãos mais novos. A mãe do Hans… chorou muito… desde quando viu o filho de “noivo”, parece que ela estava acreditando que o menino cresceu…

A família da Thais é um emaranhado de amor! O jeito que eles se ollham, a mãe, o pai, o irmão… é emocionante, só de olhar!! Enquanto ela terminava de se aprontar, fixou os olhos pra baixo, a Anna perguntou se ela estava nervosa, ela só respondeu: “Estou pensando no que minha mãe disse, que ela fez tudo do jeito que eu queria… fez mesmo! Um dia, eu vou fazer tudo do jeito que minha filha quiser!!”

O amor dos amigos… Líderes, discípulos, amigos, colegas… Gente que chora e ri junto! Amizade que não se vê muito por aí…

O amor de Deus… o amor dos dois por Ele… a união de propósitos… a certeza de que juntos, com Ele, são mais fortes… porque o cordão de 3 dobras não se quebra facilmente!

face 1face 2face 3face 4face 5face 11face 12face 6face 7face 8face 9face 10face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 20face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 34face 35face 36face 37face 38face 39face 40face 41face 42face 43face 44face 45face 46face 47face 48face 49face 50

Vanessa e Rakanay

A Vanessa conheceu nosso trabalho pelo facebook. Combinamos tudo por whatsapp. E até o dia do ensaio ainda não nos conhecíamos pessoalmente.

E a gente gosta muito de mostrar as pessoas como elas são… Então, desde as conversas pelo celular já tentamos descobrir algumas coisas dos dois… e o que sabíamos mesmo é que o Rakanay não gostava de fotos e que tinha sido um custo pra Vanessa convencê-lo de fazer este ensaio.

Chegando lá no local que eles escolheram, antes de começar o ensaio já começamos a conversar… muito… das coisas que mais gostamos de fazer mesmo! E tentando deixar os dois à vontade, descobrimos uma história muito legal!

Eles namoram há 13 anos… desde a adolescência. Ficaram separados por um tempo, mas estão juntos, e agora é pra sempre!

E descobrimos mais… Uma moça linda, de olhos esplendorosamente cativantes (vocês vão ver que são!), muito determinada e sábia pra caramba. Com um jeitinho despretensioso, comendo pelas beiradas, ela consegue o que quer! E um cara… “rústico, bruto e sistemático”, machão mesmo, no jeito de falar, de andar… mas completamente apaixonado… ele cede porque ama pra caramba (temos certeza que enquanto ele está lendo esta parte, deve estar dando um sorrisinho só com o canto da boca, e depois vai fazer cara de bravo de novo)… e gente boa demaaaaais, engraçado demais… A casca é bruta, mas o coração deve ser de manteiga!

No início do ensaio ele falou pra ela assim: “Você me paga! Pensa num trem que você não gosta de fazer? Vai ter que fazer 5 vezes! Só pra pagar por estas fotos!” Nós rimos muito, alto, e ele também!!! Aí a gente entendeu…

Espero que eles gostem das fotos assim como a nós…

Vanessa, que seu sonho de guardar os momentos com o amor da sua vida em imagens tenham sido realizado por nós… nos empenhamos!!

Rakanay, que você assuma logo que adorou esse negócio de tirar foto… brincadeira, que você veja estas fotos e sinta que valeu a pena o esforço pelo quanto o amor de vocês é lindo de ver!!! E é lindo mesmo!

Que o Pai do céu abençoe vocês!! E que esta história que começou há 13 anos atrás chegue no Felizes Para Sempre… e que este ensaio seja ilustração!!!

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11

 

 

Seu Jabes e Dona Nenê – 68 anos Casados!

 

Nunca foi tão difícil fazer um post pra este blog…

Nunca foi tão difícil escrever sobre um trabalho…

Porque este trabalho mexeu muito com a gente…

O Seu Jabes e a Dona Zilda, mais conhecida como Dona Nenê, estão comemorando 68 anos de casados… e fazendo questão de comemorar!! Eles estavam lindos… elegantes… Os filhos, muitos netos e bisnetos… e a emoção era quase palpável! O amor era “respirável”!!

Sorrisos fáceis, abraços sinceros, muita criança brincando… mas era impossível não reparar o carinho entre o Seu Jabes e a Dona Nenê… o cuidado, o sorriso, o pegar das mãos, a cochichadinha… a fé!

Nós, Thiago e Anna, fazemos em agosto 12 anos de casados… saímos de lá pedindo a Deus que Ele nos dê sabedoria pra convivermos mais 56 anos amando a Ele e nos amando, assim, como esse casal lindo…

Aquela sensação de… que sejamos assim! Que eu te ame assim! Que você me ame assim!

E mais que isso… Se nascemos pra fotografar amores de verdade… Hoje, nós sabemos que o fizemos!!!

 

face 1face 2face 3face 4face 5face 6face 7face 8face 9face 10face 11face 12face 13face 14face 15face 16face 17face 18face 19face 20face 21face 22face 23face 24face 25face 26face 27face 28face 29face 30face 31face 32face 33face 34face 35face 36face 37face 38face 39face 40